quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Leitura: Deixe a Neve Cair


No final do ano passado, aproveitando o clima natalino, li o livro Deixe a Neve Cair. Ele conta com três contos sobre pessoas diferentes com histórias que se entrelaçam.Como é Valentine's Day daqui alguns dias vale a leitura fofa (e se não for nenhuma data especial também vale)!

Título Original: Let It Snow
Título: Deixe a Neve Cair
Autores: John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle
Editora: Rocco
Páginas: 335
Ano: 2013


Sinopse: Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio romântico, do tipo que se vê apenas em filmes. Bem, mais ou menos. Porque ficar presa à noite dentro de um trem retido pela nevasca no meio do nada, apostar corrida com os amigos no frio congelante até a lanchonete mais próxima ou lidar sozinha com a tristeza da perda do namorado ideal não seriam momentos considerados românticos para quem espera encontrar o verdadeiro amor.
Mas os autores bestsellers John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle revelam a surpreendente magia do Natal nestes três hilários e encantadores contos de amor, interligados, com direito a romances, aventuras e beijos de tirar o fôlego.


Num desses três contos, O Expresso Jubileu, é contada a história de Jubileu, uma menina comum, com um namorado comum e uma vida aparentemente comum. Até que numa confusão, seus pais são presos e ela tem que viajar na véspera de Natal até a casa de seus Avós na Florida, deixando amigos e o namorado pra trás. Pra ''ajudar'' o trem que ela pega fica parado na neve, adiando a viajem de todos no meio do nada, num frio de lascar. É aí que Jubileu vai parar numa Waffle House e parece que sua vida vai dar uma reviravolta.



No conto O Milagre da Torcida de Natal, de John Green, nos é apresentado Tobin e seus amigos que estão prestes a passar o Natal fazendo uma maratona de James Bond. Tudo ocorre como esperado, até que um amigo liga e empolgado, conta a Tobin sobre líderes de torcidas gatas que ficaram presas na cidade por causa do trem parado e estão, coincidentemente, na Waffle House em que trabalha. Então lá vai Tobin e seus amigos em busca da Waffle House.  

No terceiro e último conto O Santo Padroeiro dos Porcos, narra a história de Addie, uma garota ressentida com o recente final de seu relacionamento. Ela conta com a ajuda de suas amigas que tentam colocá-la pra cima. Mas numa discussão que acaba rolando, Addie tenta provar que ela não é tão egoísta quanto pensam, e se é, ela nunca teve a intenção. Então sai para uma missão atrás de pegar o miniporco encomendado por sua amiga, mesmo em meio à neve no rosto e na correria de seu intervalo na Starbucks, onde trabalha. 



Bom, o livro contém alguns errinhos de revisão sim, mas nada que incomode ou atrapalhe a leitura. Adorei como as histórias se entrelaçam, os personagens se encontram e os próprios autores tem uma linguagem parecida e se comunicam entre si. É tudo muito fofíssimo, romântico e doce. Não é uma obra do século XXI mas é bem divertido e gostoso de ler. Li em dois dias, uma leitura rápida e prazerosa. Recomendo muito pra quem gosta de ler livros sem compromisso e com uma linguagem fácil e atual! 

Ah! Vai sair o filme dia 9 de Dezembro desse ano! Espero que seja tão legal quanto o livro. 

Nota: 






"Você só precisa dar uma boa olhada em si mesma, mudar o que precisa mudar e seguir em frente."

"Às vezes é preciso fazer coisas sobre as quais não se tem certeza…"

"Mas eu percebi você. E isso me levou à loucura desde o primeiro minuto."







2 comentários:

  1. Eu tenho uma mania de não ir com a cara do livro e não ler, e acho que não fui muito com essa capa, por que até hoje ouço muitas resenhas positivas e ainda não me aventurei viu.

    http://fuiparanarnia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh não vá pela capa (pelo menos nesse caso) haha. Mas é questão de gosto tbm! Eu adorei a leitura, recomendo sim se a intenção for ler pra entreter e passar o tempo 😊

      Excluir