sexta-feira, 17 de junho de 2016

Série para amar: Penny Dreadful

a astronauta de marmore

Recentemente voltei a ver Penny Dreadful, eu tinha visto a primeira temporada na Netflix e depois não vi mais, agora que ela colocou a segunda temporada eu e meu namorado vimos em um dia (feriado) e ele já correu baixar os episódios da terceira temporada pois estamos viciados!
Pra quem não conhece (exibida no canal Showtime e disponibilizada 2 temporadas na Netflix) a série possui alguns dos personagens mais famosos e assustadores da literatura clássica mundial, como o Dr. Frankestein e sua criação, o eternamente jovem Dorian Gray e icônicas figuras do romance Drácula, todos vivem nos cantos obscuros da Londres Vitoriana. O clima da série me lembra muito de um livro que eu amei ler e já falei dele aqui no blog: Alma? O Protetorado da Sombrinha. 



A primeira temporada meio que apresenta tais personagens, a história de cada um e a relação com outros personagens da trama. Conhecemos Dr. Frankestein, Dorian Gray, Vanessa Ives, e outros ícones misteriosos até então na série.

lobisomen

Já na segunda temporada Vanessa e Ethan desenvolvem mais o relacionamento, e o grupo formado na primeira temporada: Sir Malcolm, Dr. Frankenstein e Sembene se une para banir forças do mal que os ameaçam. É mostrado também Dorian Gray e a Criatura (do Dr. Frankenstein) Brona com suas próprias histórias. A temporada conta com uma MAGNÍFICA participação das bruxas, que na minha opinião foi uma das melhores que vi na TV. Elas são realmente do mal, possuem aquela essência de bruxa mesmo, a sedução e a maldade ao mesmo tempo.

eva green

A terceira temporada está sendo perfeita até o momento. Vanessa começa a frequentar uma "psicoterapeuta" (que seria nos dias atuais) e sua história começa a ser mais explorada, percebemos a linha tênue entre o horror e o fantástico. Quando você acha que Eva Green já deu bastante de si na série, você se surpreende, a atuação dela nessa temporada está ainda melhor. Os vampiros dão as caras e tudo fica muito mais interessante ainda (achei que fosse impossível ficar!). O clima gótico só aumenta e nos deixa curiosos pra saber o que virá.


A série é um show, tanto de atuação,quanto figurino, trilha sonora, cenários, direção de arte, não vi um erro, se teve passou despercebido. É aquela série que precisa ser assistida! Eu gosto muito de terror, terror bom, e esse não deixa a desejar. Mistura psicológico, espiritual, ciência, o que só nos deixa mais intrigado a cada episódio. Curiosidade: o título da série se refere a histórias seriadas, publicadas ao longo de semanas, geralmente eram curtos contos, pequenas histórias de terror vendidas por 1 Penny (1 centavo) nos tempos passados da Inglaterra. Era uma forma para que pessoas que não tinham tanto dinheiro pudessem acessar um pouco de literatura, muitas vezes estes contos eram bem sensacionalistas. Alguns chegaram a falar sobre Jack o Estripador. (fonte: 13ideias)

eva green

È isso, espero que tenham gostado e que assistam essa série m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a! Depois venham me contar o que acharam! ♥ 




2 comentários:

  1. Lá vamos nos discordar de novo! hahaha Não me odeie!
    Não gostei! No fim fiquei #chatiada.
    Esperava mais...
    O único ponto positivo: Ethan! Mas eu preferia ele novinho, lá me Pearl Harbor, sem barba (Legolas, novinhos...percebeu meus gostos né?! hahhha)

    ResponderExcluir
  2. HAHAHAH eu já gosto de lumberjacks hahah mas nossa eu amei a série. Fiquei chateada demais pelo final mas fazer o que né :/

    ResponderExcluir